O evento foi organizado pelo Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo em parceria com a Dahlia Capital, e foi direcionado às jovens dos anos 1 e 2 do Programa Educacional.

No mês de março, as jovens dos anos 1 e 2 do Programa Educacional participaram de um evento sobre Educação Financeira, organizado pelo Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo (ICSHG) e em parceria com a Dahlia Capital. Com o tema “Finanças pessoais e carreira no mercado financeiro para mulheres”, o evento contou com a participação da Nath Finanças, influenciadora digital que se propõe a ensinar educação financeira de uma forma prática e acessível.

O evento teve início com uma conversa com as profissionais da Dahlia Capital sobre carreira no mercado financeiro e como é ser uma profissional ativa em uma área predominantemente masculina. As profissionais da Dahlia compartilharam experiências desde a escolha profissional até chegarem ao cargo que ocupam hoje, respondendo a perguntas das jovens sobre profissão, machismo em ambiente de trabalho e funcionamento do mercado financeiro. Em seguida, foram dadas dicas sobre como elaborar um orçamento e manter o controle de seus gastos, criando uma reserva para investimento. Foram apresentados conceitos básicos da economia, como inflação, e a importância de investir.

Após essa troca, a Nath Finanças realizou um bate-papo com as jovens, tirando dúvidas e compartilhando um pouco de sua trajetória pessoal. Ela compartilhou a importância da representatividade no debate sobre educação financeira e de ter outras vozes falando sobre o tema, dessa forma, de maneira efetiva levando o assunto a um número maior de pessoas. Ao final do evento, foi realizado um sorteio de cinco livros de autoria da youtuber, Orçamento sem Falhas.

Agradecemos ao Instituto Credit Suisse Hedging-Griff (ICSHG), à Dahlia Capital e à Nath Finanças pelo evento, e por contribuírem para a formação das nossas jovens! Nesse mês, por meio de ações concretas de educação financeira, contratação de jovens e qualificação profissional, o Instituto Reciclar reforçar sua atuação para promover a inclusão produtiva e independência econômica de jovens mulheres. Assim, reiteramos a importância da equidade no mercado de trabalho, e da atuação para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5 – Igualdade de Gênero, da Agenda 2030 da ONU.