História

Em 1995, um grupo de empresários uniu-se em prol de um ideal comum: quebrar o ciclo de exclusão social dos jovens da comunidade do Jaguaré, na zona Oeste de São Paulo a partir de um programa de formação transformador que fosse economicamente viável, socialmente justo e ambientalmente correto.

Nascia ali, o Instituto Reciclar, com a missão de “Proporcionar a adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e risco social oportunidades de educação complementar à escola e aprendizado profissional, para promoção de sua autoestima, inclusão social e exercício pleno da cidadania”.

Impulsionadas pelo tema da reciclagem, recém-lançado na ECO 92, as atividades tiveram início com a Oficina de Reciclagem de Papel, possibilitando a educação dos jovens pelo trabalho. Adolescentes do ensino médio da rede pública, maiores de 16 anos, eram contratados e remunerados, tendo seu 1º registro em carteira.

O tempo que permaneciam no Reciclar era dividido entre o trabalho na Oficina de Reciclagem de Papel e a complementação educacional. Ao concluírem o ensino médio, eram encaminhados ao mercado, por meio da indicação a uma ampla rede de empresas parceiras.

O principal objetivo sempre foi romper as barreiras sociais, ampliando as perspectivas e a visão de um porvir diferente da vida que seus pais tiveram. Através do exercício diário do trabalho e do estudo, os jovens do Reciclar conquistam sua autoestima e passam a se reconhecer como responsáveis pelo ônus, e merecedores do bônus, capazes de serem cidadãos e protagonistas de suas próprias trajetórias.

Contando com o apoio de diversas organizações e voluntários, o Reciclar foi gradualmente expandindo suas atividades. Iniciou o projeto em 1995 com 13 jovens, numa época que sequer existia a Lei do Aprendiz, e, em 21 anos, atendeu mais de 500, tendo inserido 80% deles no mercado de trabalho.

Dessa forma, o Reciclar seguiu focado no desenvolvimento dos adolescentes para o mercado de trabalho e para a vida, integrando as dimensões pessoal, profissional e social.

A trajetória de atuação bem-sucedida do Reciclar está associada ao esforço do Instituto em se conectar com as transformações pelas quais passaram o mundo, os jovens, as formas de aprendizagem e as comunidades da zona Oeste. Ao longo das últimas décadas, evoluiu na forma de realizar essa missão e, em especial nos anos de 2015/16 passou por uma grande reformulação em seu modelo de atuação.

A partir de março de 2017, no lugar da Oficina de Reciclagem de Papel e do 1º emprego, o Instituto passará a oferecer aos adolescentes uma vivência mais completa, estimulando-os a criar e, sempre que possível, viabilizar projetos que solucionem problemas reais da comunidade e que contribuam de forma mais efetiva para uma grande transformação em suas trajetórias de vida no longo prazo.

O novo modelo de atuação do Instituto Reciclar está baseado em 4 grandes pilares:

 1. Oficinas Criativas de soluções: aprendizado por meio da gestão de projetos, tendo problemas reais da comunidade como ponto de partida;

2. Projeto de Vida: apoio para a escolha da profissão e definição de um plano para construção de uma carreira sólida;

3. Curso técnico: junto a escolas de referência, na área de interesse do jovem, totalmente custeado pelo Reciclar;

4. Encaminhamento profissional e mentoria: apoio à empregabilidade e mentoria para apoio às decisões pessoais e profissionais.

A expectativa é a de que no Novo Programa contribua de forma mais efetiva para uma grande transformação nas suas trajetórias de vida dos jovens atendidos no longo prazo. 

Onde Estamos
Entre em contato conosco
 
  • telefone
    (11) 3768-3607 / (11) 3768-1666
Todos os direitos reservados © Reciclar 2015
Av. Presidente Altíno, 973 - Jaguare / SP
desenvolvido por Natus Tecnologia