Em busca de jovens talentos com brilho nos olhos Inscrições para o Novo Programa Reciclar contabilizam mais de 200 jovens

O ano está quase no fim. Antes de nos despedirmos de 2016 e brindarmos o ano novo, uma pausa para celebrar as conquistas, desafios e transformações, que fizeram deste ano tão especial para a história do Reciclar! Um agradecimento especial aos nossos parceiros, padrinhos, mantenedores e clientes que nos deram um importante voto de confiança ao apoiar nossas atividades, adquirir produtos, fazer doações, fornecer serviços e empregar ex-jovens. A cada um de vocês, muito obrigado por viabilizarem do nosso propósito de Desenvolver Potenciais e Inspirar Transformações Sociais.

Formatura, o início de um futuro promissor [+]

Foi neste espírito de celebração que o Instituto Reciclar realizou a cerimônia de formatura dos jovens atendidos em 2016. Reunimos os jovens e seus familiares, educadores e colaboradores do Reciclar em uma noite de festa e muita alegria no CEU Jaguaré. “A Formatura de 2016 é única, porque não somos só nós que estamos mudando, o Instituto está mudando junto”, disse a jovem Ana Carolina Silva em seu discurso como oradora da turma. “Realmente nós mudamos e quantas coisas nós vivemos juntos! Encomendas e trabalhos a serem entregues no prazo, comprometimento, responsabilidade, pontualidade, reconhecimento e, principalmente trabalho em equipe”.

O evento foi organizado pelos próprios jovens (com o apoio da equipe educacional) e contou com a releitura de clássicos da literatura, como Machado de Assis, Luís Fernando Veríssimo e Miá Couto pelos jovens. Contos destes e de outros autores foram transformados em curtas-metragens produzidos e editados pelos jovens. “Produzir o curta foi algo muito proveitoso e divertido! Todo o processo foi especial, as leituras para seleção do conto, a criação do roteiro, a definição do cronograma, a decisão dos protagonistas, a criação do figurino, as gravações e a edição do vídeo”, conta a jovem Janaína Couto. O resultado do curta produzido pelo grupo da jovem, No Início (adaptado da obra da Luís Fernando Veríssimo), está disponível aqui

Mobilização e Divulgação [+]

Durante os meses de inscrição, a equipe do Reciclar não mediu esforços para disseminar o Novo Programa: foram uma série de apresentações e ações de comunicação. “Como esta é a primeira seleção para o Novo Programa, abrimos diferentes frentes de divulgação para alcançar os jovens elegíveis”, explica Luciano Maresca, diretor de Marketing. “Envolvemos os jovens que estão no Reciclar atualmente, os egressos, projetos sociais parceiros, integrantes da Rede por um Jaguaré mais Feliz e representantes de 30 escolas estaduais da zona oeste de São Paulo”, completa.

As ações de comunicação receberam o reforço de doze jovens do Reciclar, que ajudaram a definir estratégias e a realizar ações de difusão e conscientização, principalmente junto às escolas. O grupo fez apresentações presenciais para turmas do 1º ano em 12 escolas da zona Oeste e também participou da organização de um encontro na sede do Reciclar no último dia 22. Na ocasião, a equipe do Reciclar e do Instituto Elos receberam interessados em participar do Novo Programa e seus responsáveis para tirar dúvidas.

Dia D – Jovens, seus pais e responsáveis participam de atividades e tiram suas dúvidas sobre o Novo Programa Reciclar
Estamos entre as melhores ONGs do Brasil! Reconhecimento foi concedido pela Revista Época e pelo Instituto Doar após levantamento entre 1.500 organizações de todo o País

O Instituto Reciclar está entre as 100 Melhores ONGs do Brasil na primeira edição do Guia Melhores ONGs para se Doar

Em sua primeira edição, o reconhecimento foi concedido pela Revista Época e pelo Instituto Doar, que avaliaram os padrões de gestão de transparência de 1.500 organizações em todo o País a partir de cinco grandes pilares: causa e estratégia de atuação; representação e responsabilidade; gestão e planejamento; estratégia de financiamento; e comunicação e prestação de contas.

Hoje no Brasil existem mais de 300 mil ONGs, entre associações de caridade, organizações da sociedade civil, institutos e fundações filantrópicas. Estar entre as 100 melhores é sinal de competência e de reconhecimente e motivo de orgulho para todos que dedicam-se a tornar a alcançar a nossa missão de Desenvolver Jovens para Empreender na vida, no Trabalho e na comunidade

A premiação foi realizada na noite da última segunda-feira, dia 7 de agosto, em São Paulo. Luiz Augusto Candiota, diretor-presidente, Altamiro Boscoli, do Conselho Administrativo e de Renata Ruggiero, diretora-executiva representaram o Reciclar no evento

Para o Instituto Doar, o selo é um estímulo para as ONGs e uma vitrine para os potenciais apoiadores e parceiros. De acordo com Candiota, estar entre as melhores empresas para se trabalhar significa ser consistente na busca contínua pela excelência. “Figurar entre as melhores ONGs é motivo de orgulho, especialmente no ano em damos vida ao nosso Novo Programa Reciclar”, afirma. “Queremos ser cada vez melhores, promovendo transformações sociais através do desenvolvimento de jovens para o mercado de trabalho e para o mundo”, completa o diretor-presidente

Na sede do Reciclar, a notícia foi recebida com festa: para comemorar a conquista do selo de melhores ONGs, jovens, equipes administrativa e educacional, compartilharam um delicioso bolo com sabor de reconhecimento! Produzido pela ElShaday Delícias, confeitaria de duas ex-jovens do Reciclar, Thayna e Taísa, hoje empreendedoras de sucesso.

Outras conquistas - Com 22 anos de história, o Reciclar sempre teve papel ativo no terceiro setor e conquistou importantes prêmios, entre os quais o BemEficiente, concedido em 2004 pela Kanitz & Associados e a indicação, pelo Pacto Global das Nações Unidas, como uma das instituições de mais credibilidade e profissionalismo no mundo. A ONG é credenciada para receber recursos da United Way e do CAF America, organizações mundiais que mobilizam recursos e voluntários para instituições idôneas.

Jovens desenvolvem soluções criativas relacionadas ao Consumo Conheça os projetos da primeira Oficina Criativa de Soluções

Foram três meses de estudos, debates e aprendizados: trabalhar coletivamente, estudar e resolver um problema, usar a criatividade, transformar ideias em objetivos, planejar e executar. Assim, os jovens do Novo Programa Reciclar chegaram aos primeiros projetos da Oficina Criativa de Soluções, que você conhece a seguir:

Geladeira Comunitária – Somar para Dividir! [+]

Com o intuito de reduzir o desperdício e o descarte de alimentos, este grupo de jovens pensou na instalação de uma Geladeira Comunitária na comunidade do Jaguaré. Os jovens chegaram a esta ideia depois de descobrirem que um terço de todos os alimentos produzidos no mundo é desperdiçado (ONU). A partir daí, Andressa Durães, Emily Oliveira, João Caetano, Samantha Araújo e Vitor Lourenço começaram a pensar como poderiam conscientizar a comunidade sobre o desperdício e, ao mesmo tempo, combatê-lo.

Para viabilizar a ideia, os jovens elaboraram uma campanha de financiamento coletivo. Mas, a primeira tentativa não deu certo e apenas 43% do orçamento foi arrecadado. Mas, eles não desistiram. “Avaliamos o que havia dado errado, revimos o nosso plano, fizemos alguns ajustes e lançamos a campanha novamente”, explica Andressa. A persistência valeu a pena, a segunda campanha, encerrada no dia 30 de junho, deu certo! Entre doações online e diretas, os jovens superaram a meta de R$ 500 em 86%.

Agora, eles darão continuidade ao projeto. Os próximos passos incluem a compra de uma geladeira usada, produção de adesivo com as regras de utilização da geladeira e uma pequena reserva para manutenção do projeto. Com o valor excedente, eles também irão adquirir os primeiros alimentos que serão colocados na geladeira.

Para a jovem Samantha, um dos maiores aprendizados adquiridos com o projeto da Geladeira Comunitária é a importância da solidariedade. “Acho que o slogan da nossa Geladeira, Somar para Dividir, resume bem o quanto todos ganham quando ajudamos ao próximo”.

Uma nova forma de consumir, Trocaki! [+]

Sabe aquele tênis ou roupa que você não usa mais, o brinquedo que seu filho enjoou ou aquele livro esquecido na estante? Este grupo de jovens pensou em um novo destino para eles: o aplicativo Trocaki, que propõe que os usuários troquem objetos, roupas, eletroeletrônicos e outros bens de consumo com apenas aos cliques. “Estudamos o consumo colaborativo e adoramos a ideia de adquirir coisas novas sem gastar nada”, conta Beatriz Lima. “Além da economia, é um jeito de contribuir para que outras pessoas e o meio ambiente também saiam ganhando”, acrescenta o jovem Leonardo.

O caminho encontrando para viabilizar a ideia foi a Fábrica de Aplicativos, plataforma online que permite o desenvolvimento de app de forma gratuita. O aplicativo, disponível no endereço http://app.cv/trocaki reúne outras funcionalidades, como agenda, links, fotos e informações sobre consumo sustentável.

Exposição Trashfood: lixo de um, luxo do outro [+]

A exposição de fotos, 'Trashfood: lixo de um, luxo do outro', convida o público a refletir sobre os nossos hábitos de consumo, de desperdício e de descarte relacionados à alimentação, principalmente às frutas que muitas vezes são descartadas em boas condições. Assim, com imagens tiradas em Hortifruti, no final de uma feira de rua e no Ceagesp, a exposição tem como intuito falar também sobre nosso cotidiano.

“Pensamos na exposição para deixar em evidência a forma como lidamos e consumimos alimentos”, explica a jovem Tamires Souto. Durante o processo de produção, os jovens contaram com o apoio do fotógrafo Halei Rembrandt, que apresentou dicas valiosas para a composição e para potencializar o olhar crítico e artístico de cada um dos nossos jovens.

Para montagem, os jovens deram as à criatividade e utilizaram caixotes de feira para expor as fotos.

Assista ao making of produzido pelos jovens da primeira Oficina Criativa de Soluções (tema consumo):

Aprendizado por meio da gestão de projetos Entenda como funciona a Oficina Criativa de Soluções

No Novo Programa Reciclar, as atividades são voltadas para o desenvolvimento de valores e de competências humanas e técnicas que valorizem a singularidade e a autonomia de cada jovem, tendo o protagonismo como foco. No centro desta proposta inovadora, está a Oficina Criativa de Soluções, onde os jovens atuam por meio da gestão de projetos a partir de temas presentes na comunidade. .

Nesse processo, eles aprendem a trabalhar coletivamente, a estudar e resolver um problema, a estruturar um projeto e realizar uma produção dentro de um prazo e buscando gerar resultados reais. Os educadores atuam como facilitadores, incentivando a aplicação dos saberem gerais e específicos (informações disponíveis, texto, análise e composição de dados, tecnologia, criatividade, desempenho corporal) à realidade trabalhada.

- O desenvolvimento das Soluções Criativas é realizado a partir da gestão de projetos e inclui as seguintes etapas:

“Com a palavra, os jovens” E-book reúne artigos de opinião produzidos durante Oficina de Leitura, Escrita e Comunicação Oral

Conflitos, bullying, pichação, violência, sexualidade, relacionamentos, discriminação, ética, consumo, educação e muitas outras questões polêmicas foram levantadas durante a Oficina de Leitura, Comunicação Oral e Escrita e discutidas durante as atividades do Novo Programa Reciclar. Esses e outras tantas questões próprias da juventude foram o ponto de partida para que os jovens estudassem artigos de opinião de um jeito diferente.

O resultado é o “Papo Reto”, e-book que reúne artigos de opinião assinados pelos jovens do Novo Programa Reciclar. “Ao propormos uma abordagem a partir de temas da realidade dos jovens, conseguimos estimular não apenas a melhoria da escrita, mas o pensamento crítico diante de situações cotidianas”, avalia Mary Ellen Ferreira, coordenadora Educacional.

Acesse e descubra o que pensam os jovens do Novo Programa Reciclar

Inscrições para turma de 2018 já estão abertas Jovens devem preencher ficha de inscrição online ou na sede do Reciclar até 30 de setembro

Jovens de até 16 anos, matriculados no 1º ano do Ensino Médio em escolas públicas de Osasco e da Zona Oeste de São Paulo já podem se inscrever no processo de seleção para o Novo Programa Reciclar

As inscrições vão até o dia 30 de setembro pelo link https://goo.gl/forms/0w2e5p6qJe2zGgP82 ou diretamente na sede do Reciclar (Av. Presidente Altino, 973) de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Durante o processo os jovens terão a oportunidade de conhecer mais sobre o Novo Programa antes de decidir continuar na jornada de transformação. Todas as atividades realizadas neste período serão acompanhadas pela equipe do Reciclar, permitindo conhecer mais a fundo o perfil de cada jovem inscrito.

O resultado final será divulgado em dezembro e os jovens selecionados para o Novo Programa Reciclar iniciarão as atividades no primeiro semestre de 2018.

Para saber mais sobre o Novo Programa Reciclar, Acesse Aqui.

Seleção do Novo Programa estimula jovens a descobrirem seus potenciais Durante o processo, dias de troca, aprendizado e autoconhecimento

Nos últimos meses, o Reciclar promoveu, em parceria com o Instituto Elos, o processo de seleção para a primeira turma de jovens do Novo Programa Reciclar. “Desenhamos um processo de seleção que pautado pela colaboração entre os participantes e que possibilitasse autoconhecimento e transformação a todos eles”, conta Mary Ellen Ferreira, explica Educacional do Reciclar.

Durante o processo, os jovens foram estimulados a descobrir suas próprias habilidades, refletir como se comportam nas suas relações e como suas ações impactam no meio em que vivem. Todas as experiências eram relatadas pelos jovens em uma plataforma online. “Estes foram os melhores dia da minha vida. Esses desafios me deixaram muito animada, mal posso esperar para começar o Novo Programa Reciclar”, diz a jovem Thayná de Oliveira.

Além de etapas virtuais, o processo de seleção contou com dois encontros presenciais. O primeiro, em outubro, reuniu os jovens na Escola Estadual Architiclino Santos. Durante todo o dia, os participantes foram envolvidos em dinâmicas, reflexões e momentos de cocriação. No segundo encontro, realizado em novembro na Escola Estadual Augusto do Amaral, os participantes se reuniram para celebrar as conquistas e aprendizados colhidos durante o processo de seleção. Eles também foram convidados a construir do projeto de vida que gostariam de materializar para em um período de curto prazo (até 2 anos). “Assim, mesmo os jovens que não forem selecionados, sairão do processo com as bases para trilhar um caminho de sucesso”, destaca Mary.

Seleção [+]

Toda a jornada dos jovens foi acompanhada por um Comitê de Seleção, que analisou o perfil de cada um dos participantes e a sua evolução ao longo do processo de seleção. “Nosso desafio era encontrar os jovens conectados ao perfil Novo Programa, que tivessem desejo de ir além e estivessem dispostos a dedicar tempo e energia para ter uma formação sólida e voar alto”, afirma Priscila Pasqualin, diretora jurídica do Reciclar. “Esperamos que, com este processo, tenhamos contribuído para que todos os participantes descobrissem seus potenciais e talentos”, completa.

A divulgação dos jovens selecionados para o Novo Programa Reciclar será realizada até o final do ano. O início das atividades está previsto para março de 2017. Até lá, a sede do Reciclar será reformada para receber os jovens da primeira turma do Novo Programa Reciclar. Saiba mais clicando aqui

Mãos à obra! Faça parte da revitalização da sede do Reciclar e seja empreiteiro de transformações sociais

Com o encerramento das atividades de 2016 no início do mês, o Reciclar começou à reforma para revitalização da sua sede. De acordo com as arquitetas responsáveis pelo projeto, as obras vão transformar os 500m2 em um espaço que estimule e materialize princípios como o protagonismo, a colaboração e integração entre recursos físicos e virtuais. “Tudo foi pensado para expressar a riqueza do que será vivido no Novo Programa Reciclar; a nova sede será um local de criação e troca, que favorece a aprendizagem e o desenvolvimento dos jovens”, explica Renata Ruggiero Moraes, diretora executiva do Reciclar.

A tecnologia será fundamental nesse processo de aprendizagem, garantindo pesquisas, conexões com outros grupos, trocas de ideias, desenvolvimento e prototipagem . Por isso, o Reciclar está captando recursos para renovação dos equipamentos de informática a serem utilizados no Novo Programa Reciclar por meio de uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse.

A meta é captar R$ 33.900 até o dia 31 de dezembro. As primeiras doações já começaram a chegar, mas ainda há um longo caminho para atingir a meta. Faça parte! Doe e divulgue a nossa campanha entre seus amigos e contribua para formar jovens empreendedores engajados em promover mudanças positivas em suas vidas, no trabalho e na comunidade em que vivem.

Destinação dos recursos